<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10210114\x26blogName\x3din+loco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://selph.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://selph.blogspot.com/\x26vt\x3d-2414873366062592404', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

constatando - 27/06/2006

Semanas com dois domingos e duas sextas? Só de 4 em 4 anos.

O ruim é que esses hiatus produzem duas segundas tmb...

Selph - 9:20 PM

0 Comentários

as coisas... - 23/06/2006

...e os tempos estão mudando. Sem dúvida.

Há mais de dois anos venho escrevendo, lendo e até interagindo por aqui. Às vezes me bate uma vontade de abandonar tudo e sumir na poeira. Crise? haha! Não, não, é que... como disse certa vez Neil Young: "é melhor queimar do que se apagar aos poucos..." no clássico "Hey, Hey, my, my"

Não que eu concorde inteiramente com ele, mas a idéia em si tem um certo charme. Diria até complacente, porém, ainda charme.

Nessas horas me pego pensando no que o futuro reserva pra este espaço e para as pessoas que conheci por aqui. Infelizmente não tenho vocação pra vidente, e minha bola de cristal se resume a uma névoa de probabilidades facilmente acessada por todos, mas incrivelmente fugaz quando se trata de explicar pq o passar do tempo torna as coisas tão míticas, quando não as torna tediantes...

Selph - 6:30 PM

0 Comentários

due´s - 20/06/2006

De todas as diferenças entre homem e mulher, uma das mais notáveis talvez seja o fato delas possuírem um senso de romantismo interno, sendo que o nosso é externo

Enquanto elas precisam ouvir o que já sabem e sentem, nós precisamos dizer o que ainda não sabemos tão bem assim (e mesmo quando ficamos sabendo, nunca é no mesmo nível de excelência delas) e sentimos de maneira diferente.

É como se elas trouxessem dentro de si a essência da união. Logo, é mais difícil quebrar isso na fonte.

Talvez por isso eu veja tantas mulheres que sofrem, pelejam, quebram a cara, mas que sempre dão a volta por cima. Enquanto que alguns ditos "machos" quando levam uma rasteira demoram anos pra se recuperar. Quando se recuperam...

Nessas coisas, a nossa famosa autoconfiança é tão inócua quanto o ar.

E é aí que mora o equilíbrio no final das contas.

Selph - 10:50 AM

0 Comentários

e já foi! - 16/06/2006

Nostalgia do tempo em que o futuro batia na porta e esperava a sua vez.

Agora ele derruba a porta e se move em Mach 5!

Esse mal educado...

Selph - 1:15 AM

0 Comentários

- 14/06/2006

não acredito em coisas que começam pelo fim, não acredito nem em começos e nem em fins.

só em continuidade.

Selph - 2:55 PM

0 Comentários

;-P - 12/06/2006





pq não adianta só ter estilo, tem que ser cool

Selph - 11:00 AM

0 Comentários

mundial - 09/06/2006



.é quando a paixão se disfarça de esporte

e o esporte se disfarça de bola

e a bola gira dentro outra

maior e movida a paixão.

Selph - 3:50 PM

0 Comentários

confete demais - 07/06/2006

Semana retrasada.

Raro momento de reunião em família assistindo TV

Programa ou distração: "Ídolos"

Eu não gosto dessa merda, mas como todo mundo passa a semana trabalhando e mal se vê, decidi ficar.

Enquanto eu tava com aquela cara de mongol olhando pra TV, meu pai e minha mãe teciam comentários a respeito do candidato.

"Nossa, esse é loucão! Olha o cabelo dele!"

"E canta bem!”

O infeliz no palco gemia mais que qualquer coisa. Além das caras e bocas normais a todo candidato, ele ainda tinha as manhas de dar pulinhos enquanto cantava.

"Pou gente, esse programa é a maior armação, esses caras são medíocres, vcs acham que quem vencer essa joça vai se tornar famoso mesmo?"

"Ah, cala a boca Selph, vc ta naquela idade de querer criticar tudo"

"Mas..."

"Nada de mas! Fica quieto e assiste então. O rapaz, além de ter estilo ainda canta que é uma beleza.."

Justo nessa hora o imbecil esquece a letra.

Tapes depois, mostram todo mundo chorando com medo da eliminação. Aí vem aquele suspensezinho idiota e... mais choradeira! Desta vez por causa da aprovação de todos pra próxima fase. Inclusive do "maluco" que tinha esquecido a letra...

"Até parece que pra ser maluco é só pintar o cabelo e vestir uma roupinha diferente..."

"... cala a boca! Ele merece..."

Então ficou assim.

Como vive ficando...

Nessa necessidade escrota que existe de idolatrar algo ou alguém, por mais medíocre que essa pessoa ou coisa seja.

Ah, bicho, se até o TALENTO deve ser admirando com ressalvas, então pra que existe a IDOLATRIA? Pra que???

Porra...

Selph - 1:30 AM

0 Comentários

garganta e cabelo - 05/06/2006

Uma semana sem postar, acontece.

Doente. Garganta podre (amidalite). Febre de 38 e meio. Acontece.

Ir ao médico e levar Bezectacil no traseiro sem dó nem piedade (ui! que bruto! :P)

Acontece.

Convalescer no período de 2 dias e no terceiro, após resolver uns problemas de família, decidir ir dar uma volta no shopping com a irmã mais velha, o cunhado e a irmã mais nova. Acontece.

Ir ao salão esperar o cunhadão fazer a unha (?) e decidir cortar as pontas do cabelo de Conan pela bagatela de 32 mangos. Acontece.

(mas não fui eu quem pagou)

Após um corte relâmpago, o cabeleireiro (êta palavra difícil) perguta se eu quero enxugar o cabelo. É claro, respondo. Por 32 mangos o cara deveria até usar tesouras de ouro comigo...

...eis que o alegre rapaz (sic) começa a enxugar a juba com secador e penteia com uma daquelas escovas circulares. E faz movimentos circulares tmb.

Igual...a...a... bem, minha irmã disse que o procedimento de fazer escova é o mesmo.

Acontece. E ainda ficou pior.

Ao fim, após me olhar no espelho, constatei que eu tinha me tornado um clone da Kassandra do Sai de Baixo. Um Cabeção. E ainda com cabelo armado.

Acontece.

Acontece tmb de minha irmãzinha começar a gritar no salão que eu tava parecendo mulher. E velha.

E todos os funcionários segurarem o riso.

Menos minha irmã mais velha, é claro! Irmão mais velho só serve pra sacanear mesmo.

Ah! e pra pagar o corte tmb...

...acontece.

(Esse post tá muito gay. E o titulo então? Dá pra fazer segundas e terceiras associações com ele até a morte!)

(puaf! acontece...)

Selph - 12:15 PM

0 Comentários