<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10210114\x26blogName\x3din+loco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://selph.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://selph.blogspot.com/\x26vt\x3d-2414873366062592404', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

? redecorteR

"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina.
Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente.
Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.
Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo.
Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar.
Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria.
Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara pra faculdade.
Você vai pro colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando...
E termina tudo com um ótimo orgasmo!!! Não seria perfeito?"

Charles Chaplin



Ora Carlitos...

Mas já é assim.

"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina"

Em muitos alguns casos, é como ela começa.

"Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente."

Algumas culturas consideram o ato de viver apenas como um ciclo que quando terminado nos torna perfeitos o bastante para ir de encontro com aquele (ou aquilo) que nos Criou, a fonte, que por sinal foi de onde saímos no ínicio...

"Nós deveriamos morrer primeiro, nos livrar logo disso..."

Seguindo essa lógica, vc deixa de existir como "ser imaterial" e ganha um corpo.

Deixar de existir = morrer.

"Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo"

Estar muito novo em um asilo significa que vc não precisa mais de cuidados especiais e já pode se virar sozinho. Acontece a mesma coisa quando vc cresce.

"Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar"

Neste caso vc ganha uma carteirinha azul. Ou não. Bem, alguns ganham carros, dinheiro, ah tantofas...

"Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria"

Idem ao real. A não ser o fato de vc ter lembranças da juventude vivida, não da velhice.

"Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara pra faculdade"

Quantos coroas vc conhece que fazem isso? Alias, alguns começam a se cuidar a partir da maturidade profissional e física. Não é a toa que existe aquela frase "A vida começa aos 40". E em vez de faculdade, eles vão mais a festas e a farras. Pensando bem (e vendo o DVD da formatura de minha irmã) a faculdade não está de todo descartada...

"Você vai pro colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe"

Em vez de ir pro colégio "aprender" aquelas matérias chatas, vc gasta o dinheiro que juntou a vida toda e vai viajar, conhece o mundo e é claro, se for solteiro pode arrumar várias namoradas. Se for casado, poderá ensinar aos filhos e netos o que vc aprendeu. Com o tempo, a "segunda infância" chega e vc de fato se torna dependente de tudo. Igual a um bebezinho de colo. E a "volta ao útero da mãe" é o estado entre a caduquice e as lembranças que passam... Estado surreal, que não pertence mais a este mundo...

"Passa seus últimos nove meses de vida flutuando... E termina tudo com um ótimo orgasmo!!! Não seria perfeito?"

"Flutuando" - O estado de extâse atingido antes da morte.

"Orgasmo" - A morte, o fim dos sofrimentos carnais e o começo de uma nova existência.

"Não seria perfeito?" - E é. A vida oras, apesar de tudo...

Marcadores:

Selph - 10:20 AM