<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10210114\x26blogName\x3din+loco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://selph.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://selph.blogspot.com/\x26vt\x3d-2414873366062592404', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

le fodon

Semana passada ele me chamou no meio do expediente da tarde pra "mostrar um negócio legal"

E era legal mesmo! O digníssimo perdido tinha conseguido entrar num fórum que cedia gratuitamente dezenas de livros batutas pra ler. Mas o que ele fez questão de frisar pra mim, eram os que falavam de sexo. Geralmente livros assim se dividem em 2 estilos: os que tratam do assunto de forma didática, ou seja, ensinado truquezinhos e manhas e os que contam estórias picantes, crônicas ou algo do tipo.

Em ordem aleatória (e isso existe?) foram estes os livros que ele baixou e gentilmente passou pra mim:

* Kamasutra - O livro do Amor (completo e em português)

* Kundalini Yoga ou O Livro Amarelo- Samael Aun Weor

* Sexo na cabeça - Luís Fernando Veríssimo

* O livro dos Orgasmos Múltiplos - E-book

* O manual da conquista - duas páginas de Word. Só.

De todos, o que mais me chamou a atenção foi o Manual da conquista.

Talvez pelo fato de ser um tímido profissional aliado ao fator "falta de tempo", um livro de 2 páginas é ótimo...

Logo, foi o primeiro que li. Interessante, tem muitos conselhos batidos, porém úteis.

O que o manual mais resalta é a necessidade de se ter uma auto-estima alta para alcançar o sucesso. Frases como: "eu posso", "eu consigo", "eu sou alguém interessante", fazem parte da tônica do livro. Tem tmb alguns macetes legalzinhos e que são sempre muito bem vindos. Mas no final da segunda página, o manual se afoga numa clichezada violenta. Foi bom enquanto durou.

Após ler, cheguei a conclusão de que não tenho sequer metade do requisitos pedidos. Não me senti mal ou inferiorizado, entretanto não pude deixar de imaginar os milhões de machos que leram o manifesto, seguindo o livro ao pé da letra e fazendo passo a passo (sim, o livro tem um passo a passo) cada um dos estratagemas propostos.

Uma certeza de que todo conteúdo ali exposto, até os macetes legais, logo se tornaria batido (se é que já não se tornou) me invadiu. Sabe né? Quando muita gente usa a mesma coisa, esta coisa obviamente se desgasta, e na maioria das vezes devido ao mau uso. Tipo: até que a proposta é boa, o foda é que sempre vai haver aqueles que farão merda.

Outro ponto interessante que o manual não aborda é o fato de que o maior medo que o homem tem quando sai à caça é o de levar um fora. Voltar pra casa sozinho nem é tão ruim assim comparado ao pseudo-vexame que a gente pensa ser insuportável de engolir (e as vezes é) quando se leva um kick in ass.

Sempre que o assunto chegava nesse fato o manual simplesmente dizia: "parte pra outra", legal, mas seria bom se existisse algum outro manual que ensinasse a como sobreviver a um fora saindo de forma digna, ou como "partir pra outra" em detalhes mais específicos. Os tímidos (o público alvo certamente) agradeceriam.

Mas de fato: a frase mais interessante, polêmica, e até passível de contestação seria esta:


"é a mulher quem caça e não o homem"


...hehe! essa muitos poderiam dizer que já sabiam. Mas as conclusões que tal afirmação trariam pra maioria dos solitários não seriam de todo agradáveis.

Hunpf! Tudo isso para podermos ter a chance de fazer algumas das 64 posições do outro livro lá listado. Coisas meigas como "Fênix Brincando em uma Caverna Vermelha" ou "Bicho da Seda fazendo um casulo"

Ah... que seja!

Selph - 6:38 AM