<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10210114\x26blogName\x3din+loco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://selph.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://selph.blogspot.com/\x26vt\x3d-2414873366062592404', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

bandeiral - parte 1

Aviso: Post altamente irônico e cheio de pré-conceitos
pré-concebidos à luz da minha pré-inteligência.

Ou só pra sacanear mesmo. Sem mais pretensões...

Região Norte


Amapá



É estranho notar como a bandeira deles parece uma ode as obras urbanas. Lembra muito um projeto de rua ou avenida. Que seja, as alterações são pra mostrar que o rio na verdade é barrento e que o simbolo que mais vai em conta não é o... (sei lá, alguém sabe me dizer o que aquela "estrela" na bandeira original? ah tantofas!) bem, na real o que conta mesmo é que os amapaenses são um dos poucos brasileiros que podem se dar ao luxo de ganhar em EURO.

Sim, pois eles são vizinhos das Guianas que por sua vez tem a mesma moeda do Mercado Comum Europeu. A proximidade das regiões faz com que o comércio seja constantemente abastecido com a preciosa moeda. Quem diria, ser isolado até que tem suas vantagens. Quem precisa de REAL (R$)?



***


Amazonas



Querida terrinha! Ao contrário do que possa parecer eu gosto muito dela. Até recomendo pra quem quiser vir à turismo (mas traga muita grana, pois é longe pacas!), embora este ramo não seja lá muito desenvolvido por aqui.

Uma lástima, porém, tendo o Distrito Industrial, os benefícios incríveis dados aos empresários graúdos e a dita maior reserva ecológica do mundo, as coisas até que ficam balanceadas. Pra uns e outros é claro.

Melhoraria bastante se pudéssemos ser reconhecidos por outras coisas além do teatro, do rio e da floresta. Sabe né? Essa síndrome de "Esqueceram de Mim" é constante por aqui. Coisa meio bicho do mato mesmo...

***


Pará



É considerado o "pai" do Amazonas. Mesmo pq, no inicio éramos subordinados a ele. Só conseguimos a independência de fato em 5 de setembro de 1850, faz tempo...

Eis que aí surge a faceta do pai arrependido e o mesmo começa um êxodo a nossa região. Se for contar, aqui tem mais paraenses do que em Belém. Logicamente, as camadas mais pobres foram as que imigraram mais, logo, junte pobreza, inchaço, poucas chances e tens um belo contingente de marginais. Não estou dizendo que todos os paraenses residentes aqui sejam ladrões, mas o estigma de desonestos ficou impregnado. E muito.

O jacaré da Lacoste é só um singelo e carinhoso lembrete dessa iguaria tão apreciada por eles. Pobres caymans...


***


Rondônia



Está em uma posição interessante, faz fronteira com a região Norte e Centro Oeste. Trocando em miúdos, fica entre o fim do mundo e o meio do nada. Tá bem, né?

Na real, pra mim o único atrativo do Estado seria a estrada BR-319 que ligaria o Amazonas ao resto do país. E finalmente teríamos um elo economicamente viável com o resto do Brasil.

Quanto a Rondônia, bem, será que ela tem boas paisagens?



***


Roraima



É outra Rondônia. Só que desta vez o sentido é o Caribe (mais precisamente, a ilha de Margarita).

Nota-se que na bandeira original a faixa vermelha representa a Linha do Equador. A conhecida e torrante linha do Equador, que torna os lugares em que passa um verdadeiro forno. Alias Boa vista (capital do estado) tem um agradável clima de 40ºC a sombra. A estrada BR-174 é incrivelmente bem conservada no trecho que cruza a fronteira. Ah sim, desta vez eu posso dizer que a paisagens são belas.

Do resto.. bem, Roraima é o estado preferido dos mochileiros e das pessoas que sempre estão de passagem. Talvez devido a monotonia geral de Boa Vista.


***


Tocantins



Er... Há quem diga que no projeto original, Tocantins deveria ser um ENORME estacionamento. Vai saber né? Mistérios do Governo Federal...


***


...



Ora, todos sabem que o Acre não existe, pois é mero produto do imaginário popular. Então fim de papo.

Selph - 11:50 PM