<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10210114\x26blogName\x3din+loco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://selph.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://selph.blogspot.com/\x26vt\x3d-2414873366062592404', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

rabiscos

Alguns dizem que eu escrevo bem.

Discordo.

É muito fácil escrever sobre si mesmo. Afinal de contas, é um assunto que todos conhecem bem (ou deveriam).

Ainda assim, quando me reporto a outros temas, peco bastante no que diz respeito à concordância verbal e acentuação. Tmb não sei usar vírgulas e nem organizar pontos seguidos ou parágrafos...

Mas prefiro continuar assim. Gosto desse meu jeito errado de escrever. Amor à mediocridade? Nem tanto, certamente os textos que seguem ao pé da letra as inúmeras regras desse dialeto criptografado que é o nosso idioma, são mais fáceis de compreender. Porém, noto que em diversos deles falta algo...

Algo que eu enxergo em muitos dos textos "mal escritos" que existem por aí...

ALMA


Um texto perfeito como um andróide de terceira geração, pode até ser o correto do ponto de vista gramatical, mas pra mim soa muito frio...

Sem calor humano, sem aquelas pequenas (ou grandes) imperfeições e principalmente, (pelo menos pra mim) sem muita sinceridade. Parece muito burocrático.

Às vezes eu penso que Jornalismo não seja uma boa pra mim. Não consigo escrever nada sob pressão. Por isso as minhas redações escolares sempre foram ruins e consequentemente não me vejo escrevendo sobre assuntos dos quais não saiba nem o básico.

Entretanto tmb sei das coisas horríveis que podem surgir da total falta de noção ao escrever.

Então: Nem tanto ao céu, nem tanto ao mar. Fico na terra mesmo...



...na terra dos malucos que gostam de escrever pelo simples prazer que isso proporciona.

Selph - 2:46 PM