<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10210114\x26blogName\x3din+loco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://selph.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://selph.blogspot.com/\x26vt\x3d-2414873366062592404', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

anime-se

A vida é um anime.

Cheguei a essa conclusão após analisar os preceitos básicos que regem um anime*

São vários, mas vou listar apenas alguns:

1 - Drama

Está inserido em quase tudo. Desde animes mais sensíveis como Love Hina, até os mais sangrentos como Hellsing

Já diziam os budistas: "tudo é dor, e todas dor vem do desejo de não sentir dor".

Essa constante é aplicada na vida diária, visto que somos criaturas movidas a desejos (Gaiman já sabia) que quando não são atendidos geram algum tipo de drama em maior ou menor escala.

Ou então, pelo simples fato da melancolia ter em nós um apelo tão grande quando a alegria.

2 - Violência

Essa é mais restrita. O que acontece em São Paulo e nas grandes capitais é fruto de descaso, mas insere algo que todo ser humano possui dentro de si. O instinto de sobrevivência. Que aliado a um raciocínio torto, acaba gerando mais e mais violência.

E assim como na vida real, em certos animes ela é crua e explícita. Como um atropelamento a céu aberto.

3 - Sensualidade

O sexo vende. E sempre vai vender.

Não é a toa que a profissão mais antiga do mundo possui um know how invejável. Desde técnicas sexuais até como conseguir ser o centro das atenções.

Daí o link para o Hentai, Yaoi e Yuri. Que nada mais são do que retratos fiéis da sociedade. Em parte, o lado sensual tmb é muito explorado no estilo shonen

4 - Crises Existenciais

Não confundir com drama, pois este remete mais a situações e conseqüências, já as crises existenciais derivam de questionamentos internos ou da pura e simples falta do que fazer.

Nem sempre são dramáticas, às vezes tem um quê de cômico, como quando vc apanha tanto pra enxergar alguma coisa que estava na sua cara. Alie isso ao fato de vc ainda não ter atingido as suas metas (ou de simplesmente não tê-las), a todas as questões que ainda serão levantadas por causa disso e pronto. Eis um prato cheio.

Em animes geralmente refletem distúrbios de personalidade ou dualidade de caráter. Isso quando a famosa incompreensão da natureza humana não ataca.

5 – Esperança

Auto-explicativo. Quem não a possui em quantidade suficiente pra respirar, perde seu tempo por aqui.

6 - Conveniência

Essa é mãe de todas as forças atuantes em um anime.

E às vezes, na vida tmb...

Sabe Murphy? Pois é, ele é uma faceta da conveniência. A faceta ruim.

Sempre que algo dá errado de maneira estranha, a gente teima em pensar em alguma força oculta, por mais ridículo que nos pareça.

Lógico que inserido nesse contexto temos as leis da Ação e Reação, Lei do Retorno, do "Aqui se faz, Aqui se paga", etc, que só demonstram como a consciência tem poder em alguns indivíduos.

Nos animes a conveniência surge quando o herói é sempre salvo no último instante e por algum fato ou situação que se molde perfeitamente para o beneficio deste.

E por mais azarado que um ser seja, tem dias em que tudo acontece de maneira mágica. Quando todas as coisas convenientemente combinam pra tudo dar certo. Pena que isso não aconteça o tempo todo, como nos animes...


* A propósito, pra quem ainda não sabe o que é anime, vide o link

Selph - 1:35 AM