<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10210114\x26blogName\x3din+loco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://selph.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://selph.blogspot.com/\x26vt\x3d-2414873366062592404', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

vagando

Outro dia, estava visitando alguns blogs via Multiplicação de Links...

E coincidentemente (mentira!) cheguei a uma esfera de adolescentes que escrevem bem, tem estilo (embora patenteado) e se conhecem, ou seja, são vizinhos de blog.

É fácil chegar neles. Basta clicar em algum link de blog que vc considere “pitoresco”

Por pitoresco entenda-se: moderno (ou modernoíde), alternativo, com visual simples e colorido. Expressões em inglês são muito usadas (anyway, whatever, loser, etc.), entendem-se por meias palavras e adoram utilizar o artifício da piada interna

São inteligentes. No entanto, tem uma notória queda pra melancolia. Que de tanto ser vista por aí me deixa com a nítida impressão de que todos os que manifestam algum tipo de sensatez e inteligência, são ou tem uma tendência ao pessimismo.

Tenho plena certeza de que isso é apenas uma impressão minha, porém...

Fiquei curioso de saber se isso é reflexo da época. Desta época em que a Internet já está firmada. Quando eu tinha por volta de 16, 17 anos, a Net ainda engatinhava no Brasil.

Blogs eram vistos como coisas fúteis e que eram nada mais do simples diárinhos...

...e esse foi um dos motivos pra eu não ter feito o meu antes.

O sentimento comum dos que não conheciam blogs era:

"se o cara tem tempo pra ficar relatando o seu dia-a-dia num computador, é pq não tem muita coisa pra fazer, portanto, sua vida é um saco.".

Assim mesmo entre aspas.

Depois de um tempo (mais precisamente no inicio de 2004) eu descobri os blogs de maneira diferente.

No entanto, o interesse pelo blogs adolescentes não diminuiu. Ao contrário.

Talvez pelo fato de eu ter sido um adolescente solitário. Ser solitário nessa época é complicado, pois vc começa a trabalhar com variáveis que não domina. Logo, sinto que uma parte do que não vivi começa a cobrar seu fardo.

E até hj, metade dos meus amigos são adolescentes. Simples assim, em muitos aspectos ainda me vejo como um.

E tenho gostos parecidos: adoro video game, mangá, anime, hq´s.

No quesito musical talvez eu esteja bem atrás, visto que não acompanho muito a cena...

Mas eu acabo crescendo. E deixando de ser esse misto de idades.

Tudo isso pra entender a diferença básica: quando vc cresce aprende a disfarçar melhor as suas neuras.

Pelo menos até certo ponto.

Selph - 11:12 AM