<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10210114\x26blogName\x3din+loco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://selph.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://selph.blogspot.com/\x26vt\x3d-2414873366062592404', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

ignorante virtual

Era bastante leigo em matéria de televisão. Pouco tinha assistido. Um dia, sem ter o que fazer, decidiu ligar aquele objeto quadrado e de tela côncava que diziam causar dependência. Eis que logo na primeira imagem, fica hipnotizado e não consegue parar de mudar os canais...



“Ah! Eu já tinha visto esse simpático Sr. antes. Mas me dá uma pena... Acho que ele deve sofrer de algum problema de personalidade. Coitado! Todos os dias está com uma roupa e cara diferente. Será que ele não sabe quem é na verdade? É o pior é que não convence ninguém nas suas ridículas interpretações, tomara que um dia ele se encontre. Tsc,tsc,tsc, sempre com esse letreiro gigante atrás dele. Deve ser alguma espécie de símbolo do seu povo ou religião, pois ele parece tão devoto e suas palavras ‘mil e uma utilidades’ representam bem o seu nível de paranóia ou devoção perante tal letreiro...”

*muda de canal*



“Bichinhos! Eu gosto deles! Nossa! Esse rato tá muito mal feito! Nunca vi rato falar, gesticular ou usar gravata como esse. Humm... Ele tá dizendo que na FOLHA vc acha de tudo. Uau! Deve ser boa essa folha hein? Mas francamente, eu não gostei do rato. Ele é bonitinho e tal, mas me passa uma idéia de sujeira ou de pilantragem. Como se a FOLHA considerasse quem a lê, um pouco como esse rato. Ih! Olha lá! Pegou porrada de novo, ele vive apanhando! Acho que é porque ele não escuta direito e vive perguntando as coisas de novo. Mas puxa! A FOLHA não está lá para auxilia-lo? Ele é muito burro de ainda ficar perguntando e perguntando, parece que a FOLHA não ajudou o coitadinho, pois ele continua não entendendo nada. E levando mais porrada...”

*muda de canal*



“Que mulher bonita!”

“Mas essa cara dela não muda nunca. Até que tem bela voz, mas esse seu sorriso estático parece um quadro. Não entendi, era pra passar simpatia? Sei lá... me passou apatia. Eita! Ela o tem o mesmo problema do outro Sr. que acabei de ver. Acho que ela sofre de múltiplas personalidades tmb... o que será que quer dizer aquele sinal com a mão? E essa cara estática? Meu deus! Parece que ela está falando com alguém mas não está vendo essa pessoa... Ou talvez esteja puta com a demora na ligação e o seu sorriso sem graça demonstre isso”

*muda de canal*



“Que é isso?”

“Sério! Que bicho escroto é esse? Deve ser algum mutante ou... ok, ok! Lembrei! É um ET. Caralho, como é feio! Bem, não é nenhum bichinho, nem gente, nem representação de coisa alguma. Não gostei disso aí não. Ainda é tapado de dar em cima da filha mais velha da família que o acolheu. Se bem que com uma filha dessas... Ele anda pra cima e pra baixo com o filho, hummm aí tem! Sei, sei.... Putz! Como é babaca! É... definitivamente não gostei dele. É alienado demais, tmb pudera né? Vive nessa tal de... como é mesmo o nome? Internet! Credo em cruz! Isso deve alienar mais do que este objeto quadrado e de tela côncava...”

*muda de canal*




“Uma tartaruga bebendo cerva! E ainda por cima o quelônio pega as maiores minas, sacaneia os otários, dirige um caminhão, levanta a taça do mundo e dá demonstrações gratuitas da Lei de Gerson. Será que essa tartaruga era pra representar o modo de ser de um certo povo da América do Sul? Sei não...
Mas ela é legal! Eu adoro bichinhos escrotos, cínicos e que se dão bem em cima dos humanos imbecis! Adoro caranguejos, tartarugas, ursos, pingüins e toda sorte de animais fuleiros e sem o menor carisma!”

“Ihhhh!!!”

*muda de canal*



“Por falar em animais escrotos. Olha mais um aí...”

“Esse bicho ainda vai morrer de gastrite...”

“Não sabia que ursos podiam beber Coca, o que será que isso quer dizer?”

“Talvez queira dizer que os pingüins bebem Pepsi. Se bem que eu acho que os pingüins bebem Brahma mesmo... ”



“... e alguma coisa me dizia que esse velho tinha um motivo bem forte pra se vestir assim.”

*muda de canal*



“Eu sempre quis ser cowboy!”

“Brincava disso quando era criança. Era o meu sonho! Correr o dia inteiro atrás de vacas num local longe pra caralho, pisando em lama e bosta. Vestir-me com couro da cabeça aos pés, ser MACHO e tratar todos com ar de superioridade, matar os índios malvados, falar como se tivesse sete anos até o fim da vida e é claro: poder fumar comer os deliciosos cigarrinhos de chocolate que a minha mãe dava pra mim e pro meu amiguinho. Alias, eu sempre brincava com um amiguinho, pois nesse tipo de brincadeira menina não entra.”

“Deve ser por isso que Marlboro é a terra onde os homens se encontram

“Aff... Desisto! Não agüento mais ficar vendo essas imagens das quais não entendo patavina. Vou desligar esse treco. Mas não tenho mais nada pra fazer... Já sei! Vou mudar o canal mais uma vez e ver se tem algo interessante!”

*logo, muda de canal e...*



“ARGH!!! NÃÃÃÃOOOO!!!”

Selph - 1:04 PM