<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10210114\x26blogName\x3din+loco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://selph.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://selph.blogspot.com/\x26vt\x3d-2414873366062592404', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

In Loco

Já foi do weblogger, já foi pra destilar, já disse "mas sim, mas não", já cruzou a linha do virtual-real...

...agora só passa. Contínuo.
(manaus - am - desde 2004)

inloko again - mail

polaroids de mídia

Reflexos da mídia de uma época...

***


Dona 1: Ei veja! Aquele não é o nosso jovem vizinho?

Dona 2: Sim, ora eu não sabia que ele fazia compras por aqui tmb...

Dona 1: É um rapaz de fino trato! Veja como se veste bem e é educado.

Dona 2: De fato, totalmente diferente dos jovens de hj em dia.

Dona 1: Vamos lá dar um "oi"?

Dona 2: Vamos

aproximando-se do jovem exemplar

Dona 1: Olá

Jovem Exemplar: Olá vizinhas! Como tem passado?

Dona 1: Ah maravilhosamente bem. Estamos fazendo as compras do mês

Dona 2: E pelo visto vc tmb. Nossa! Dá gosto de ver um jovem da sua estirpe nos dias de hj.

Dona 1: Sim, quando olho pra vc tenho vergonha do meu filho. Passa o dia inteiro como um zumbi por causa da maconha

Dona 2: E minha filha então? É uma completa descontrolada por causa da cocaína.

Dona 1: Sabemos que conquistou sua independência desde cedo e que trabalha pra se sustentar...

Dona 2: ...por falar em trabalho, notamos que vc é apresentável, educado, pontual, tem um emprego bom e ganha muito bem.

Dona 1: A propósito, o que vc faz?

Jovem exemplar: Vendo droga pros seus filhos.

O lado irônico - Dave Berg, MAD - 1992

***


Pai: Menino! Saindo a essa hora? Não tá muito tarde pra ir pra balada não?

Filho: Orra pai! que nada, hj em dia todas as festas começam a bombar neste horário.

Pai: Mas filho, não é perigoso sair a estas horas?

Filho: Qual o que? Sem essa! Aposto que no seu tempo de carola não tinham essas baladas né? Tá vendo? Eu tenho culpa se no seu tempo o pessoal não sabia agitar?

e o filho vai embora batendo a porta

Pai: ...pois é.

Pai olhando o retrato na estante que mostra ele e a sua turma de 68 enfrentando um pelotão de choque da polícia militar em uma manifestação estudantil nos anos de chumbo


*fundo musical: Pra não dizer que não falei de flores - Geraldo Vandré*

Propaganda da Folha - 1995

***


cara andando na rua

cara entra num monólogo:

Outro dia eu estive pensando sobre a condição humana...

continua andando, subindo uma ladeira

...essa questão da tal superioridade humana, existe mesmo?

Na medida que ia pensando, passei na frente de um outdoor em que havia um retrato de Einstein, aí eu falei:

"Poxa! O homem deve ser inteligente!"


Pouco depois, passei por outro em que havia uma foto da Bomba Atômica de Hiroshima. Tsc,tsc,tsc...

"O homem deve ser BURRO!"


continua subindo a ladeira, chega no topo, olha pra baixo e fala:

Do adianta ter inteligência se vc não encontra um bom motivo para utiliza-la?

O cara: Matheus Nachtergaele
O veículo: uma daquelas propagandas non sense da MTV
O ano: meados de 96

***


...nem tão passada assim.

Selph - 6:35 AM