<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10210114\x26blogName\x3din+loco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://selph.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://selph.blogspot.com/\x26vt\x3d-2414873366062592404', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

"muro das maravilhas" *

Não sei se o Gallagher dominante estava entupido de cocaína no dia em que fez essa letra, mas a medida que o tempo passa, acredito mais no conceito expresso numa estrofe da canção.

"Porque talvez / Você vai ser aquela que me salve..."


Apesar de não concordar com a idéia do "sem vc eu não sou nada" e muito menos com o lance do "vc é a metade que faltava pra me completar", eu enxergo o termo "salvar" de uma maneira muito menos desesperadora do que a canção aparenta passar...

Creio que a solidão é um estado involuntário, um lapso no qual nos encontramos com os sentimentos que antes eram mascarados pela saudável ignorância ou pela companhia do outro. Nela, nos enxergamos como seres diferentes.

Ela não é má, apenas mostra facetas que vc não conhecia. Coisas como instinto de sobrevivência e aptidões intelectuais. O ruim é quando vc não sabe como conviver com ela e tenta se acostumar com as suas regalias. Tem quem fique paranoíco nessa...

...e tem quem fique a espera de salvação. Convivendo com o seus pensamentos, ilusões e demônios. Ou seja, consigo mesmo.

E é justamente esse o sentido que enxergo na estrofe, o sentido de esperar alguém salvá-lo da solidão e consequentemente de si mesmo.

Porém, tudo tem 2 lados. E sempre vale a máxima: "Vc tem que querer ser salvo"

e fim.

*tradução tosca, não sei inglês.

Selph - 10:48 AM